Assessoria de Imprensa

A assessoria de imprensa é um dos instrumentos de Comunicação desenvolvido para as organizações, sendo inerente as atividades da área de comunicação. Ao contrário do que alguns equivocadamente pensam, a tradução do inglês Publicity não tem a ver com Publicidade, mas com assessoria de imprensa. Sua principal tarefa é tratar da gestão do relacionamento entre uma pessoa física, entidade, empresa ou órgão público e a imprensa.

No Brasil, os profissionais que desempenham a função de Assessoria de Imprensa costumam ter formação em Jornalismo e Relações Públicas[1] . Em alguns países, a função não é exatamente de um jornalista, mas pode ser feita também por relações públicas e pessoas com formação em comunicação.

Em Portugal o campo da assessoria de imprensa está completamente dentro das relações públicas, apesar do jornalismo ser a base de todas as técnicas usadas. O investigador e docente da Universidade do Porto, Vasco Ribeiro, descreve-o da seguinte forma:

“Podemos imaginar, então, o vasto mundo da comunicação organizacional como uma boneca matrioska, em que os diferentes campos da comunicação vão encaixando uns nos outros. Todavia, dentro do corpo bojudo das relações públicas, assim descrita pela sua dimensão abrangente, está a silhueta um pouco mais esguia da assessoria de imprensa, que, para além de embrionária das próprias relações públicas, tem a capacidade operacional e pragmática de tirar proveito das brechas do jornalismo.”[2]

Ainda em Portugal, existe um acesso restrito à profissão e só muito recentemente algumas instituições universitárias lhe dedicam algumas matérias inseridas em cursos de comunicação e jornalismo, como é o caso da licenciatura em ciências da comunicação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto que lhe dedica um ano lectivo de especialização.

Segundo a explicação contida no website de uma empresa de assessoria de imprensa brasileira[3] e que ressalta bem as peculiaridades dessa atividade, ainda há muita confusão entre assessoria de imprensa e publicidade. Entretanto, são formas de comunicação distintas. A publicidade utiliza-se de espaços pagos (anúncios) em mídia eletrônica ou impressa, de um produto, serviço ou empresa. Assessoria de imprensa é uma forma de se conquistar cobertura editorial (reportagens, notas em colunas etc.) nestas mesmas mídias, com apelo noticioso e não comercial.

Uma Assessoria de Imprensa trabalha para um assessorado, que pode ser um cliente particular ou uma instituição. Empresas, pessoas físicas como “personalidades públicas”, médicos, advogados, músicos e instituições e organizações como empresas estatais, autarquias, governos, partidos, sindicatos, clubes, ONGs, ou indivíduos, entre outros costumam utilizar serviços de assessoria de imprensa. O interesse pela assessoria, em geral, é determinado pela geração de informações de interesse público.